Campinas!
Vitória!

Conseguimos a instalação da CPI da Merenda!
Com o apoio de mais de 20.000 paulistanos na mobilização da Minha Sampa, com direito a invasão da Comissão da ALESP pra entregar as assinaturas.

Mas nem tudo é o que parece! 
A CPI proposta pela base do governo tenta diminuir o foco no Governo de SP e no presidente da Assembleia, Fernando Capez, investigado no caso. Mas não vamos cair nessa. Por isso, estaremos atentos aos trabalhos da Comissão e prontos para agir novamente até que todos os ladrões da merenda sejam punidos. Contamos com você!

Essa é uma mobilização criada pela Rede Minha Campinas. Conheça!

Já tivemos vitória com o apoio dos campineiros e paulistanos! Mas continuamos de olho

0 campineiros e campineiras não querem que os ladrões da merenda saiam impunes!

A Minha Campinas selecionou 12 deputados que estão mais propensos a se posicionar a favor da CPI. Alguns são, inclusive, da Região Metropolitana de Campinas!


Você é nosso convidado e ingrediente principal. Pode e deve beliscar à vontade. Bora pressioná-los?!

André do Prado (PR)
É líder do PR e se for convencido pode ajudar a convencer outros 2 deputados. Em nome do combate à corrupção defende o impeachment. Pedimos que seja coerente e atenda nosso pedido.




Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6562/6563 (Gabinete)
(011) 4728-3333 (Escritório)

Chico Sardelli (PV)
Eleito pela cidade de Americana e região, de onde inúmeras denúncias de corrupção na merenda apareceram. Seria uma oportunidade para se posicionar para seus eleitores contra a corrupção.



Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6576/6584 (Gabinete)
Não encontrado (Escritório)

Delegado Olim (PP)
Foi até Brasília para apoiar o impeachment em nome do combate à corrupção. Pedimos que seja coerente e assine o pedido de abertura da CPI da Merenda contra a corrupção também em seu estado.



Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6536/6543 (Gabinete)
Não encontrado (Escritório)

Feliciano Filho (s/ Partido)
Campineiro. Tem mais de 200 mil curtidas no Facebook e por isso está suscetível a pressão da opinião pública. É um grande defensor do direito dos animais e pode se sensibilizar com a causa dos estudantes.



Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6534/6567 (Gabinete)
Não encontrado (Escritório)

Gileno Gomes (PSL)
Candidato à prefeitura de Guarulhos. Tem usado seu perfil no Facebook para fazer campanha. Com muita gente de olho nele, vamos pedir que se comprometa com o combate à corrupção na merenda de SP.



Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6066/6067 (Gabinete)
Não encontrado (Escritório)

Igor Soares (PTN)
Filho de uma professora da rede estadual de ensino. O próprio deputado é formado numa escola pública do estado. Esperamos que seja coerente e tenha sensibilidade para apoiar a causa.




Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6219/6220 (Gabinete)
(011) 4773-6425 (Escritório)

Roberto Tripoli (PV)
Grande defensor do direito dos animais, foi um dos deputados mais votados. Agora é a hora de defender as crianças e jovens da educação! Líder do PV, pode ajudar a convencer os seus colegas de bancada.




Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6652/6658 (Gabinete)
Não encontrado (Escritório)

Paulo Correa (PEN)
Eleito pela baixada Santista e região, existe denúncia de corrupção na compra de merenda pela prefeitura de Santos. Grande oportunidade para deputado mostrar para seus eleitores que é contra a corrupção.




Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6372/6377 (Gabinete)
Não encontrado (Escritório)

Reinaldo Alguz (PV)
É pregador e conferencista da Renovação Carismática Católica. Conhecendo os dogmas cristãos, vamos lembrá-lo que é incoerente estar ao lado dos que roubam merenda de crianças e jovens.




Ou pressione diretamente por telefone:
(011) 3886-6499/6878 (Gabinete)
(018) 3821-2000 (Escritório)


O escândalo no fornecimento de alimentos para merenda escolar tem como pivô a Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (Coaf), que contratava “lobistas” para atuarem junto ao governo de SP e às prefeituras, pagando propina a agentes públicos em troca de favorecimento em contratos. Campinas está entre cidades com prefeituras investigadas.


Escutas telefônicas mostraram que os contratos foram superfaturados. Um litro de suco de laranja, que custava para a Coaf R$ 3,70, era vendido para a merenda a R$ 6,80. O vice-presidente da Coaf, Carlos Alberto Santana da Silva, declarou que houve propina de R$ 1,94 milhão em um único contrato.

Foram citados em delações premiadas de funcionários da Coaf o deputado Fernando Capez (PSDB); o ex-chefe de gabinete da Casa Civil do governador Geraldo Alckmin, Luiz Roberto dos Santos (PSDB); e os deputados federais Baleia Rossi (PMDB), Nelson Marquezelli (PTB) e Luiz Carlos Gondim (SD).

As investigações do Ministério Público e da Polícia Civil já começaram, mas somente uma CPI da Máfia da Merenda na Assembléia Legislativa pode levantar novas provas, argumentos e garantir que todos os envolvidos sejam punidos.

Entenda porque ela é importante para o caso da Merenda.
Uma mãozinha às investigações
Uma Comissão Parlamentar de Inquérito pode auxiliar e aprofundar a investigação do Ministério Público e da Polícia Civil levantando novas provas e argumentos que levariam a um julgamento político. É um trabalho complementar, e não excludente!

Super poderes, ativar!
Uma CPI tem poder de investigação semelhante ao de autoridades judiciais. Pode ouvir testemunhas, obrigar secretários e outras autoridades a prestar depoimento, exigir quebras de sigilo fiscal e telefônico, entre outras atribuições.

Me representa!
Um inquérito na Assembléia Legislativa, também conhecida como ‘Casa do Povo’, garante que a vontade de todos os cidadãos esteja representada na investigação por meio dos parlamentares de diversos partidos.

Saiba mais sobre como funciona uma CPI e quais foram as mais importantes.


São necessárias 32 assinaturas de deputados para que a CPI seja aberta. Já temos 25. Saiba quem são.
Afonso Lobato (PV)
Alencar Santana Braga (PT)
Ana do Carmo (PT)
Angelo Perugini (PT)
Átila Jacomussi (PcdoB)
Beth Sahão (PT)
Carlos Giannazi (PSOL)
Carlos Neder (PT)
Ed Thomas (PSB)
Enio Tatto (PT)
Fernando Cury (PPS)
Geraldo Cruz (PT)
João Paulo Rillo (PT)
José Zico Prado (PT)
Lecy Brandão (PcdoB)
Luiz Carlos Gondim (SD)
Luiz Fernando (PT)
Luiz Turco (PT)
Márcia Lia (PT)
Marcos Martins (PT)
Marcos Neves (PV)
Professor Auriel (PT)
Rafael Silva (PDT)
Raul Marcelo (PSOL)
Teonílio Barba (PT)

POR QUE A MINHA CAMPINAS
ENTROU NESSA MOBILIZAÇÃO?

A nossa querida irmã de mobilização, Rede Minha Sampa, lançou essa campanha para apoiar a educação paulista e nós não podíamos deixar de colaborar com essa causa! Nossa Prefeitura de Campinas também está neste rolo absurdo da Máfia da Merenda e temos escolas estaduais que já mostraram seu poder de mobilização. Precisamos mostrar que não vamos tolerar que mais um crime contra a educação acabe em pizza. Mexeu com dinheiro público, mexeu com a gente! Mexeu com estudantes então, nem se fale. Já estivemos com eles quando fizemos o De Guarda Pelas Escolas e uma mobilização para retirada da diretora autoritária do EE Carlos Gomes. Agora, novamente, temos a oportunidade de estar do lado deles contra um grupo de políticos, empresários e lobistas habituados a mamar como bem entendem no orçamento da educação. Exigimos a investigação da Máfia da Merenda já. Você está com a gente?